Logomarca

Technological Innovation for a sustainable tropical agriculture

October 20 - 24th 2014

Rio de Janeiro, RJ - Brazil

Closed count

Reduzir o impacto ambiental e aumentar a produtividade no campo. Essa é proposta do pesquisador Francesco Montemurro, do Conselho de Pesquisa Agrícola italiano (CRA), apresentada no 16º Congresso Mundial de Fertilizantes, no Rio de Janeiro. Segundo suas pesquisas, a adubação orgânica com detritos urbanos e rejeitos agroindustriais pode aumentar o rendimento em mais de 20%, em culturas como tomate e abobrinha.

O Brasil é o quarto consumidor mundial de fertilizantes com formulações NPK (nitrogênio, fósforo e potássio). Esses adubos minerais contêm os macronutrientes que as plantas mais necessitam para um crescimento saudável. Contudo, especialistas mostram a eficiência do uso de cálcio, magnésio, enxofre, silício e outros micronutrientes em lavouras, no 16º Congresso Mundial de Fertilizante, que acontece no Rio de Janeiro. Para os pesquisadores da Embrapa, o uso desses minerais naturais em fertilizantes poderia incrementar a produtividade brasileira.

No terceiro dia do 16th World Fertilizer Congress of CIEC (Congresso Mundial de Fertilizantes da CIEC), organizado pela Embrapa Solos, os temas de mais destaque foram reciclagem de fósforo e nanotecnologia em fertilizantes. O evento tem reunido 400 congressistas de várias partes do mundo, numa verdadeira babel em torno do mesmo tema:  inovação tecnológica para uma agricultura tropical sustentável.

O Congresso Mundial de Fertilizantes, organizado pela Embrapa e pela Rede FertBrasil, em parceria com o Centro Científico Internacional de Fertilizantes (CIEC) e com a Universidade de São Paulo (Esalq/USP), reuniu os maiores especialistas e empresários da área de fertilizantes no Rio de Janeiro, entre os dias 20 e 24 de outubro. “O quarto maior importador de fertilizantes no mundo, e para algumas culturas chega a representar até 50% do custo de produção. Por isso, a pesquisa em fertilizantes é muito importante para o Brasil, fico muito orgulhoso de ver esse tema sendo tratado pelas maiores autoridades no mundo nesse congresso”, ressaltou Ladislau Martin Neto, Diretor-Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento.

"Em um ano, o que a Alemanha utilizou de urânio embutido no fósforo na agricultura, se fosse para usinas nucleares, daria para fornecer energia a 2.350 mil casas populares". Esse foi apenas um dos muitos dados preocupantes divulgados pelo cientista alemão Edwald Schnug, vice-presidente do Centro Científico Internacional de Fertilizantes e Fertilização (CIEC), na abertura do 16º Congresso Mundial de Fertilizantes, no Rio de Janeiro. O evento começou ontem (dia 20) e terminará na próxima quinta-feira, dia 23, no Windsor-Barra, reunindo as maiores autoridades do mundo sobre o assunto. Com o tema "Inovação Tecnológica para uma agricultura tropical sustentável", sustentabilidade e tecnologia são as palavras-chave do evento.

Produto proporciona uma melhor nutrição da planta e uma maior produtividade

São Paulo, outubro de 2014 - Dando continuidade ao processo de investir frequentemente no desenvolvimento de pessoas e também na realização de pesquisas, contribuindo diretamente para o surgimento de inovações, a Produquímica, referência em soluções de nutrição vegetal para alta performance, lançará o Sulfurgran B-Max, durante o Congresso Mundial de Fertilizantes, maior evento mundial sobre fertilizantes , que será realizado de 20 a 24 de outubro, no Windsor Barra Hotel & Congressos, no Rio de Janeiro.

O prazo para envio de trabalho em formato pôster foi prorrogado para 30 de julho.

Mais informações neste site ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Rio de Janeiro vai sediar, entre 20 e 24 de outubro de 2014, o XVI Congresso Mundial de Fertilizantes, um dos principais fóruns mundiais sobre o assunto. O fato do Brasil importar 70% dos fertilizantes que usa traz ainda mais atenção para o assunto. O evento terá como tema principal a utilização de fertilizantes nos trópicos. Será a primeira vez que este Congresso acontece no Brasil.

O Rio de Janeiro vai sediar, entre 20 e 24 de outubro de 2014, o XVI Congresso Mundial de Fertilizantes, um dos principais fóruns mundiais sobre o assunto. O evento terá como tema principal, "Novas tecnologias em fertilizantes para uma agricultura tropical sustentável" e é a primeira vez que acontece no Brasil.

Organização

fb-eventos

Promoção

CIEC

Realização

usp-esalq
Embrapa

Patrocinador Prata

ibar

Patrocinador Ouro

terrativa
Vale Fertilizantes

Patrocinador Diamante

yara
Produquimica Agro

Apoio

anda
IAC - Instituto Agronômico
GeFert
UFLN - Universidade Federal Lavras
UFMT
ipni
International Potash Institute
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
VFRC
ABISOLO
FAPERJ
BB Agro

Apoio de Mídia

scot
agranja
Argus

Desenvolvido por VRSys Sistemas